Vila Nova volta a tropeçar em casa, mas conta com fracasso dos concorrentes e continua na briga pela série A - Futebol Goiano

08 nov, 2017

Vila Nova volta a tropeçar em casa, mas conta com fracasso dos concorrentes e continua na briga pela série A


Foto: reprodução


O Santa Cruz está cada vez mais próximo da Série C do Campeonato Brasileiro. Na noite desta terça-feira, o Tricolor até buscou o empate por 1 a 1 contra o Vila Nova, no Serra Dourada, com gol de Ricardo Bueno, que marcou após 100 dias, mas o resultado não foi suficiente para deixar o time mais próximo de sair da zona de rebaixamento.

O Vila Nova colocou a primeira bola nas redes aos 19 minutos, mas o lance foi anulado. Com 33 jogados, Geovane abriu o marcador, desta vez em jogada legal. Alan Mineiro cobrou escanteio com muita categoria no meio da área do Santa Cruz, e o meia, completamente sozinho, subiu muito e cabeceou para o fundo do gol de Julio Cesar.

No intervalo, o autor do tento resumiu o clima em campo. “O Santa Cruz está fazendo o jogo da vida deles. Vamos melhorar para o segundo tempo. Este também é a partida de nossa vida”. E a tensão foi clara na etapa final.

Ricardo Bueno ficou com a vaga de Grafite e empatou o jogo (Foto: Reprodução)
No segundo tempo, Grafite entrou na vaga de André Luis, mas a opção do técnico Marcelo Martelotte por Ricardo Bueno foi a que deu resultado. Aos 13 minutos, Walber arrancou pela direita e inverteu a bola num belo passe para Ricardo Bueno, que ganhou de Alemão na velocidade e deu um belo toque por cima do goleiro Luís Carlos.

Com o empate, os goianos chegaram aos 53 pontos e perderam uma ótima chance de encostar no G-4. O Vila Nova agora terá uma difícil missão contra o Internacional, líder da Série B. O jogo acontece em Porto Alegre, no sábado.

 

FICHA TÉCNICA
VILA NOVA 1 x 1 SANTA CRUZ

Estádio Serra Dourada, em Goiânia.
Dia 7 de novembro de 2017
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Assistentes: Celso Luiz da Silva e Marcos Vinícius Gomes (ambos de MG)

SANTA CRUZ: Ricardo Bueno, aos 13 minutos da etapa final

VILA NOVA: Luis Carlos; Maguinho, Wesley Matos, Alemão e Gaston Filgueira; PH, Geovane, Alípio (Fagner) e Alan Mineiro (Marcelinho); Lourency e Wallyson (Jemison)
Técnico: Hemerson Maria

SANTA CRUZ: Júlio Cesar; Walber, Anderson Salles, Guilherme Mattis e Yuri; Wellington Cézar, Thiago Primão (Lucas Gomes) e João Paulo; Bruno Paulo, Ricardo Bueno e André Luís
Técnico: Marcelo Martelotte


Compartilhe essa notícia





BUSCA RÁPIDA

Facebook YouTube Twitter Instagram