Mesmo diante da pior defesa do campeonato, Goiás não consegue vencer, e fica próximo do Z4 - Futebol Goiano

12 ago, 2017

Mesmo diante da pior defesa do campeonato, Goiás não consegue vencer, e fica próximo do Z4


Após um primeiro tempo morno, sem grandes emoções, o jogo ficou aberto na segunda etapa. O Goiás inaugurou o placar aos 12 minutos, quando Victor Bolt lançou Carlos Eduardo na ponta direita, ele aproveitou o vacilo da defesa do Figueirense para avançar sozinho até a área. Bateu no canto e correu para o alambrado, onde festejou com os poucos torcedores alviverde. O técnico estreante Milton Cruz, colocou Luidy no lugar de Renan Mota, o Figueirense se lançou à frente para buscar a igualdade. E encontrou a chance que procurava com Henan, que encobriu o goleiro Marcelo Rangel e acabou derrubado dentro da área. Zé Love se apresentou para a cobrança do pênalti e converteu aos 27 minutos. O time catarinense tentou pressionar o Goiás nos minutos finais e ficou exposto aos contra-ataques. Nenhum dos times, no entanto, produziu o bastante para sair do gramado com a vitória. O jogo terminou com o empate em 1 a 1, é o Goiás ainda mais distante do G4. A diferença do quarto colocado Ceará para o clube  esmeraldino, já chega a 10 pontos, e isso sem falar que o verdão já está 11 atrás do rival Vila Nova. Na próxima rodada, o Goiás  receberá simplesmente, o líder América Mineiro, na sexta-feira, no Olímpico. O esmeraldino é o 15° colocado, com 24 pontos, apenas um a frente do Luverdense, que abre a zona do rebaixamento.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE 1 X 1 GOIÁS

Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Dia 12 de agosto de 2017 – às 19 horas
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Assistentes: Luiz Antonio Muniz de Oliveira (RJ) e Gabriel Conti Viana (RJ)

FIGUEIRENSE: Saulo; Ferrugem (Dudu Vieira), Bruno Alves, Leandro Almeida e Iago (Lucas Silva); Patrick, Zé Antônio, Juliano e Renan Mota (Luidy); Henan e Zé Love
Técnico: Milton Cruz

GOIÁS: Marcelo Rangel; Pedro Bambu, David Duarte, Alex Alves e Carlinhos; Willians, Victor Bolt (Péricles), Ramires e Andrezinho (Tiago Luís); Carlos Eduardo e Gustavo (Aylon)
Técnico: Argel Fucks


Compartilhe essa notícia





BUSCA RÁPIDA

Facebook YouTube Twitter Instagram